O passaporte de vacinação é um item muito discutido agora que ainda estamos no meio da crise corona. Os governos em todo o mundo estão ocupados vacinando contra o coronavírus. Vários países, incluindo Grécia, Portugal e Alemanha, são a favor de um passaporte europeu de vacinação que permita ao titular provar que foi vacinado contra o coronavírus. Também há muitas dúvidas de vários países sobre este passaporte de vacinação. Claro que é preciso ficar atento à discriminação vacinal, e se nem todo mundo foi vacinado ainda porque estamos atrasados? E quem disse que se você foi vacinado contra o coronavírus não pode mais transmitir o vírus? Sem falar na segurança dos dados dos participantes. E se você já esteve doente com o coronavírus? Esses são todos os tipos de perguntas que surgem para todos.

A Comissão Europeia Segundo vários meios de comunicação, a (CE) apresentará dentro de duas semanas um plano de prova digital (passe verde digital) de vacinação contra o coronavírus. Este plano ainda deve ser aprovado pelos governos dos países da UE e pelo Parlamento Europeu. O passaporte europeu de vacinação poderia garantir que possamos voltar a viajar dentro da União Europeia e que possamos, por exemplo, voltar a ir a um restaurante. Também poderá significar que as pessoas que não queiram ser vacinadas contra o coronavírus serão excluídas de todos os setores da sociedade e, portanto, não poderão mais viajar ou ir a bares ou restaurantes. Resta saber se isso vai acontecer e se o passaporte nos permitirá finalmente viajar novamente, algo que todos ansiamos.

Leia também: Organizações de viagens e turismo fazem recomendações

Imprimir amigável, PDF e e-mail