A alemã Daimler, empresa-mãe da Mercedes, entre outras, está comprando uma participação de 33 por cento na fabricante de baterias Automotive Cells Company (ACC). Esta empresa europeia tem de competir com os fabricantes asiáticos de baterias que atualmente dominam este mercado. Daimler espera que o investimento total em ACC aumente para quase um bilhão de euros.

O fabricante de baterias ACC foi fundado no ano passado por Stellantis, a empresa por trás de marcas como Peugeot, Citroën, Opel, Fiat e Chrysler, e o grupo francês de petróleo e gás TotalEnergies. Eles ainda possuirão as ações remanescentes da ACC após a transação.

A ACC irá produzir todos os componentes da bateria, para que a indústria automóvel europeia fique menos dependente dos fabricantes asiáticos. De acordo com o CEO da Daimler, Ola Källenius, “o ACC deve garantir que a Europa mantenha seu papel de liderança na indústria automotiva, mesmo em uma era elétrica”.

Como parte do negócio, a Daimler vai investir três milhões de euros na empresa no próximo ano. A ACC fornecerá baterias à Mercedes-Benz por volta de 2025, relata a Daimler. A montadora alemã também afirma que as células de bateria produzidas são 95% recicláveis.

A Daimler quer estar “totalmente elétrica” até 2030. A empresa construirá oito fábricas de giga em todo o mundo para construir baterias em grande escala.

Leia também: Ícone da Mercedes Benz Henri Tordoir para taxímetro

German Daimler, empresa-mãe, entre outras, da Mercedes
Imprimir amigável, PDF e e-mail