Os estatutos do Uber e dos taxistas clássicos serão alinhados, a cota permanecerá em vigor e as taxas mínimas serão introduzidas. Isso é, em suma, o que o governo vai considerar nas próximas semanas. Segundo o ministro do SP, Vervoort, o plano de táxi está em linha com o acordo de coalizão. Isso coloca o atendimento, o conforto e o atendimento aos usuários no centro. O numerus clausus também será mantido para evitar a proliferação de motoristas de táxi.

Het plano de taxi também fornece um regulamento para os sistemas de reserva cujos fornecedores têm uma sede social na Bélgica. Eles não devem exigir exclusividade dos motoristas e devem ser transparentes nos custos que impõem aos licenciados. O sistema de reservas também manterá um cadastro de motoristas, rotas e veículos. Um dos principais objetivos é garantir que os condutores respeitem os tempos de condução e de descanso legais.

Além disso, a região de Bruxelas também desenvolverá um aplicativo de táxi. Como o governo está demorando muito, o Brussels Taxi Fed, o Collectif des Travailleurs du Taxi e o Ingoboka-Taxi criaram anteriormente seu próprio plano de táxi. Uma das propostas é recrutar 600 motoristas do Uber de empresas regulares como a Victor Cab.

Leia também: Os motoristas ficam de mãos vazias quando o Uber sai?

Táxi na rua de Bruxelas
Imprimir amigável, PDF e e-mail